Rádio

Paz no Vale FM

Mães de joelhos, filhos de pé.

22 AGO 2017
22 de Agosto de 2017
Quanto tempo faz que você ora pelos seus filhos?

Por Josiel Dias

Conta-se a história de uma mãe chamada Mônica que orou pelo seu filho por longos trinta anos. Os historiadores contam que nenhum dia se quer, a senhora Mônica deixava de orar e colocar seu filho diante de Deus. Após trinta anos de intensa oração seu filho se converteu ao cristianismo e tornou-se um dos nomes mais importantes do Cristianismo. Sabe de quem estou falando? “Agostinho de Hipona”

Agostinho de Hipona, mais conhecido como Santo Agostinho, foi um exemplo de cristão vindo a tornar-se um dos líderes mais influentes e com isso deixando um legado muito importante de escritos e ensinos as próximas gerações de cristãos.

Aplicação da reflexão

O que esta história nos ensina? O que podemos aprender com essa mãe chamada de Mônica?


Eu aprendo que devemos orar sempre e nunca desfalecer, Lucas 18:1. Eu aprendo que DEUS ouve nossas orações e, ao Seu tempo, ELE atende as nossas preces. Eclesiastes 3, Mateus 7:11, Efésios 6:18, I Tessalonicenses 5:17

“Peçam, e será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta será aberta. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. Mateus 7:7-8

Assim como Mônica,milhares de mães espalhadas pelo nosso País tem dobrado seus joelhos todos os dias em favor de seus filhos. Elas sabem o que isso significa no mundo espiritual. A oração é uma arma poderosa disponibilizada por DEUS 24 horas do dia para o cristão.
Quando a mãe coloca-se de joelho abre-se então um diálogo com aquele que pode todas as coisas. Deus ouve, Deus aje em Seu tempo. Muitas vezes o tempo de Deus não coincide com o nosso, mas Ele age, Ele responde, pode ter certeza disso. Romanos 8:31, Isaías 43:13

Na história acima vemos que DEUS respondeu a oração daquela mãe, salvou e transformou a vida daquele jovem chamado Agostinho. Quem sabe Mônica tivesse orado por uma transformação instantânea e imediata de seu filho; mas Deus respondeu, porém no tempo determinado por ELE.

Não desistam de seus filhos

Orar por seu filho ou sua filha é uma tarefa da qual nenhuma mãe pode abrir mão. Nina Targino, coordenadora nacional do movimento Desperta Débora, não só sabe disso como explica com rara simplicidade e especial clareza por que é indispensável perseverar na oração e jamais desanimar.

Se você é mãe, tenha a certeza de que, ao dobrar os joelhos em favor dos filhos, você contribui decisivamente no mundo espiritual para que eles tenham toda a atenção de que precisam. Mais do que isso: para que eles sejam conduzidos ao encontro da misericórdia salvadora de Cristo, o único capaz de estender a chave da graça e abrir as portas da eternidade. Por isso, um pai ou uma mãe jamais pode se conformar em atravessar a vida sem uma rotina de intercessão em favor de quem mais ama.

Trinta anos de oração fez com que o Agostinho fosse guardado, protegido, trabalhado pelo Espirito Santo até o dia que ele teve um encontro com a maravilhosa graça de Deus.

Quanto tempo faz que você ora pelos seus filhos?

Não sei quanto tempo mãe, você tem orado pelo seu filho, mas uma coisa eu te digo: Não desista, não retroceda nessa guerra espiritual. Se DEUS tem guardado, e livrado até aqui seu filho, é porque você tem se colocado de joelhos em seu favor. Receba isso como resposta de DEUS e continue, não baixe a guarda em nenhum momento. Não pare, não desista, prossiga de joelhos, para que eles permaneçam de pé.

A guerra está travada: de um lado está você de joelhos buscando por seu filho, e do outro lado o mundo, as drogas, o diabo. Mas a vitória é certa, pois maior é quem está em nós do que quem está no mundo. A vitória já é certa em nome de JESUS.

Filhinhos (MÃES), sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo. 1 João 4:4. Fonte (GospelPrime).
Voltar